Nossa história...

Fizemos uma linha do tempo para descrever a nossa história de construção e os diversos caminhos percorridos.

2005

O movimento Onda Carioca tem raízes no forte embate social que aconteceu na orla marítima carioca por ocasião da implantação do projeto dos novos quiosques. E tudo começou com o Jornal Onda Carioca. De papel reciclado, distribuição gratuita, tiragem de 12 mil exemplares e design despojado, a publicação foi desenvolvida como importante canal de defesa dos trabalhadores praianos.

2007

Nasce a organização ONDA CARIOCA focada na autonomia e protagonismo dos trabalhadores das praias cariocas.

2009

Oficiana de escultura Onda Carioca para crianças do abrigo Família Santa Clara2

O Jornal se transforma na Revista Onda Carioca, tiragem de 40 mil exemplares, bilíngue e passa a ter uma linha editorial mais voltada pra cultura carioca. A instituição começa a desenvolver projetos fora do eixo praia, como Fazendo Arte e Melodias de Esperança, oficinas socioeducativas para crianças do abrigo Família Santa Clara.

2011

O ciclo praia se encerra e a ONDA CARIOCA começa uma nova caminhada, agora na favela do Canal das Tachas, mais conhecida como Terreirão, zona oeste do Rio de Janeiro. Assumimos desafios na área de gestão de resíduos sólidos e educação. Em parceria com a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e a associação de moradores, iniciamos o projeto Costurando o Futuro, oficinas de corte e costura de lonas usadas para moradores da favela visando gerar oportunidades de trabalho e renda. De olho na sustentabilidade financeira da instituição, implantamos os negócios de impacto social de gestão ambiental de lonas e venda de produtos de lona com marca própria.

2013

Adotamos e ocupamos a praça Eurico Alencastro Massot, no Terreirão, pra darmos início à experiência inédita da Praça do Futuro, que propõe um novo olhar para nossas praças públicas.

2015

As oficinas de corte e costura de lonas se transformam em um Programa de Educação Continuada em Moda, Costura e Design de Lonas patrocinado pela Light dentro da Lei Estadual de Incentivo. Única escola de Upcycling de lonas do mundo, o Costurando passou a ser realizado em parceria com o Instituto de Design do Senai/Cetiqt e suas aulas acontecem no container da Praça do Futuro Terreirão. Também foram iniciados mais dois projetos na praça: Roda Cultural do Terreirão e Leia na Praça.

2017

A Onda Carioca amplia sua atuação na Praça do Futuro Terreirão, agora na área do esporte, com a realização do projeto Real Juventude Futebol na Praça. Pesquisa revela que 56% da população do Terreirão ocupa a Praça do Futuro, cuja taxa de aprovação é de 100%.

2018

Para 2018 as prioridades são o reposicionamento da atuação estratégica da Onda Carioca, modernização do site e continuidade do processo de revitalização da Praça do Futuro Terreirão, com lançamento do Polo Gastronômico e da marca Upcy

2005

O movimento Onda Carioca tem raízes no forte embate social que aconteceu na orla marítima carioca por ocasião da implantação do projeto dos novos quiosques. E tudo começou com o Jornal Onda Carioca. De papel reciclado, distribuição gratuita, tiragem de 12 mil exemplares e design despojado, a publicação foi desenvolvida como importante canal de defesa dos trabalhadores praianos.

2007

Nasce a organização ONDA CARIOCA focada na autonomia e protagonismo dos trabalhadores das praias cariocas.

Oficiana de escultura Onda Carioca para crianças do abrigo Família Santa Clara2

2009

O Jornal se transforma na Revista Onda Carioca, tiragem de 40 mil exemplares, bilíngue e passa a ter uma linha editorial mais voltada pra cultura carioca. A instituição começa a desenvolver projetos fora do eixo praia, como Fazendo Arte e Melodias de Esperança, oficinas socioeducativas para crianças do abrigo Família Santa Clara.

2011

O ciclo praia se encerra e a ONDA CARIOCA começa uma nova caminhada, agora na favela do Canal das Tachas, mais conhecida como Terreirão, zona oeste do Rio de Janeiro. Assumimos desafios na área de gestão de resíduos sólidos e educação. Em parceria com a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e a associação de moradores, iniciamos o projeto Costurando o Futuro, oficinas de corte e costura de lonas usadas para moradores da favela visando gerar oportunidades de trabalho e renda. De olho na sustentabilidade financeira da instituição, implantamos os negócios de impacto social de gestão ambiental de lonas e venda de produtos de lona com marca própria.

2013

Adotamos e ocupamos a praça Eurico Alencastro Massot, no Terreirão, pra darmos início à experiência inédita da Praça do Futuro, que propõe um novo olhar para nossas praças públicas.

2015

As oficinas de corte e costura de lonas se transformam em um Programa de Educação Continuada em Moda, Costura e Design de Lonas patrocinado pela Light dentro da Lei Estadual de Incentivo. Única escola de Upcycling de lonas do mundo, o Costurando passou a ser realizado em parceria com o Instituto de Design do Senai/Cetiqt e suas aulas acontecem no container da Praça do Futuro Terreirão. Também foram iniciados mais dois projetos na praça: Roda Cultural do Terreirão e Leia na Praça.

2017

A Onda Carioca amplia sua atuação na Praça do Futuro Terreirão, agora na área do esporte, com a realização do projeto Real Juventude Futebol na Praça. Pesquisa revela que 56% da população do Terreirão ocupa a Praça do Futuro, cuja taxa de aprovação é de 100%.

2018

Para 2018 as prioridades são o reposicionamento da atuação estratégica da Onda Carioca, modernização do site e continuidade do processo de revitalização da Praça do Futuro Terreirão, com lançamento do Polo Gastronômico e da marca Upcy

Endereço

Praça Dr. Eurico Alencastro Massot, s/nº, Terreirão, Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro – RJ CEP 22.795-595

Horários

09:00 – 17.00
Segunda – Sábado

Contato

Telefone: (21) 2490-7398
Email: ondacarioca@ondacarioca.org.br

Close Menu